condenacao-caetite

Na última quarta-feira (01), Antônio de Souza Cruz foi condenado a 26 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato de Ivan Bomfim da Silva, um crime ocorrido em 1997 na cidade de Lagoa Real. O julgamento, realizado no Fórum Cesar Zama em Caetité, concluiu um caso que permaneceu pendente por quase três décadas. O homicídio, que teve lugar durante uma festa em Lagoa Real, levou à fuga e subsequente vida clandestina de Antônio. Após o crime, ele evadiu-se para o estado de São Paulo, onde viveu sob uma identidade falsa por 24 anos. Sua prisão ocorreu somente em 2020, após um extenso período de investigações. Durante o julgamento, a defesa e acusação apresentaram suas teses ao júri popular. Após deliberação, os jurados decidiram pela condenação de Antônio. A sentença foi anunciada pelo Juiz Dr. Pedro Silva e Silverio. A família da vítima, Ivan Bomfim da Silva, manifestou alívio e gratidão com a condenação. Um familiar expressou a sensação de justiça finalmente alcançada, destacando a longa espera de 26 anos desde o fatídico acontecimento. 

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.