sara-mariano-fotos-mort4

Começaram a circular na internet nos últimos dias fotos que mostram os restos mortais carbonizados da cantora gospel Sara Mariano. A religiosa foi encontrada sem vida na última sexta-feira (27) e o ex-marido dela, Ederlan Mariano, está preso por suspeita de ter cometido o crime. Compartilhar ou armazenar fotos de pessoas mortas é crime de vilipêndio a cadáver. A pena prevista é de detenção de um a três anos, além de multa. Recentemente, o homem que vazou as fotos de Marília Mendonça no Instituto Médico Legal (IML) foi condenado a 10 anos de prisão. Nas imagens que foram divulgadas, o corpo de Sara aparece carbonizado em um matagal próximo a uma estrada que liga Salvador a Dias D’Ávila. O corpo ficou três dias no necrotério até ser oficialmente reconhecido pela irmã, Soraya. Antes, ainda no matagal, o marido Ederlan Mariano já apontara que os restos mortais eram de Sara. Ederlan está preso preventivamente. Nesta terça-feira (31), o suspeito de feminicídio teve uma audiência com um juiz que confirmou a prisão temporária de 30 dias. Na saída, Ederlan chegou a ser agredido por populares revoltados com o crime.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.