barreiras-delegacia

Dois homens e uma mulher foram presos em Barreiras, no Oeste do estado, acusados de extorquir homens e mulheres com fotografias íntimas das vítimas. Eles foram detidos na sexta-feira (6), após policiais da 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Barreiras) com apoio da Polícia Civil de São Paulo identificarem os integrantes do grupo criminoso. Segundo a Polícia Civil, o grupo, através das redes sociais, buscava captar pessoas. Após ganhar a confiança e exercer a sedução, chegava à proposta de trocar fotografias íntimas. “Na verdade, as vítimas não sabiam que os criminosos estavam enviando fotos de terceiras pessoas visando seduzir. Após ganhar a confiança das vítimas, eles também obtinham os dados cadastrais das pessoas e obtinham também os vínculos familiares e, desta forma, como algumas das vítimas eram casadas, a sessão de tortura psicológica era iniciada”, explicou o coordenador da 11ª Coorpin, delgado Thiago Aguiar. Por meio de chantagens, os criminosos exigiram dinheiro para não divulgar as fotos intimas das vítimas e não enviar para seus respectivos companheiros. “As extorsões eram realizadas em diversos estados brasileiros através da internet. Ao cumprir os mandados de prisão e busca conseguimos localizar computadores e aparelhos celulares possivelmente utilizados para aplicar os golpes”, disse o delegado. O trio foi encaminhado para a sede da Coorpin, onde estão custodiados à disposição do Poder Judiciário. Os aparelhos apreendidos serão encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para serem periciados.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.