Encontro-Povos-de-Axe-vca

Durante todo o domingo (24), o Memorial Régis Pacheco foi palco do 2º Encontro dos Povos de Axé, reunindo povos de terreiro, educadores e interessados. Com a presença do secretário municipal de Desenvolvimento Social, Michael Farias, o evento propôs reflexões sobre as religiões afro-brasileiras em diálogo com a sociedade, com foco no direito às cidades dos povos de terreiro e na educação étnico-referenciada. O coordenador municipal de Promoção da Igualdade Racial, Ricardo Alves, destacou a importância do encontro como um momento de reflexão e construção coletiva das lutas diárias pela Igualdade Racial no município. A parceria da Prefeitura de Vitória da Conquista com a Rede Caminho dos Búzios possibilitou a realização do evento. A secretária da Rede Caminho dos Búzios, Fabiana Silva Santana, ressaltou a relevância de promover debates que visam a visibilidade e o respeito às religiões de matriz africana, especialmente em uma cidade com histórico de preconceito e racismo. O professor Ademar Cirne abordou o tema do racismo religioso contra crianças e jovens nas escolas, enfatizando a importância de combater essa forma de discriminação desde a infância. Ele também ressaltou a necessidade de efetivação da lei que obriga o ensino de história da África e cultura afro-brasileira nas instituições de ensino. Albina Maria dos Santos, do povoado de Simão, destacou a importância de participar do encontro para aprender mais sobre as religiões de matriz africana e para promover a compreensão sobre a prática do culto de cada um. A programação do evento incluiu palestras, debates sobre racismo ambiental e direito à cidade, apresentações culturais, oficinas temáticas e o tradicional Xirê dos Orixás, proporcionando um espaço de diálogo e celebração da diversidade religiosa e cultural.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.