aeronave-de-pequeno-porte-vitoria-da-conquista

No desdobramento do incidente ocorrido em Vitória da Conquista, onde um avião de pequeno porte fez um pouso não programado no antigo Aeroporto Pedro Otacílio de Figueiredo, mais detalhes foram revelados. Segundo relatos, por volta das 12h30 da última terça-feira (19), a aeronave, de matrícula PT-NKQ, modelo Embraer 711C, foi obrigada a aterrissar devido a uma pane durante o voo. Após o pouso, os ocupantes da aeronave deixaram o local em uma caminhonete. As autoridades foram alertadas pelo Centro Integrado de Comunicações (CICOM) sobre o incidente. Uma vez no local, a guarnição recebeu informações do Corpo de Bombeiros de que os ocupantes já haviam partido. A caminhonete Amarok, utilizada pelos ocupantes, teve acesso ao local de pouso através do Batalhão do Corpo de Bombeiros, cujo portão estava aberto. Diversas unidades policiais, incluindo viaturas da 77ª, 78ª, RONDESP e CIPE Sudoeste, realizaram buscas na região pelos ocupantes da caminhonete. Cerca de duas horas após o pouso, os ocupantes retornaram ao aeroporto. Após verificação, foi descoberto que a caminhonete estava sob uma restrição judicial, resultando na condução dos ocupantes e do veículo para a delegacia para as medidas necessárias. Após as primeiras diligências, a Polícia Federal concluiu que não havia indícios de atividades ilícitas na aeronave. A responsabilidade pela segurança da mesma foi entregue aos ocupantes, com instruções para providenciar serviços de segurança particular até a conclusão da perícia pelo CENIPA.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.