agressao-mulher

Manoel Alves Moreira foi condenado a 17 anos de prisão após golpear com dezenas de pauladas a cabeça da companheira. O crime aconteceu no município de Itabela,  em outubro de 2022, e teve sua condenação confirmada na última quarta-feira (06). Por meio de nota, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que o crime foi motivado pela vítima ser mulher. Ela sofria violências doméstica e familiar, praticadas pelo condenado. O réu foi preso por homicídio qualificado, por feminicídio e por recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Ele cumprirá a pena em regime fechado. A acusação foi sustentada no júri pelo promotor de Justiça Dinalmari Mendonça. A sentença foi assinada pela juíza Tereza Júlia do Nascimento.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.