frango-de-granja-bahia

Em Conceição da Feira, na Bahia, a produtora Kesley Jordana enfrentou uma situação alarmante quando perdeu 20 mil frangos de corte. O calor intenso, que ultrapassou os 35°C, e uma falha na rede elétrica foram os responsáveis pelo incidente, resultando em um prejuízo significativo de R$ 300 mil. O estresse térmico causado por altas temperaturas reduz a ingestão de alimentos pelos animais, dificulta o ganho de peso e os torna mais suscetíveis a doenças. “Temperaturas extremas podem ser fatais para frangos de corte. O estresse térmico ocorre quando as temperaturas estão significativamente acima do ideal. Geralmente, temperaturas acima de 35°C podem aumentar o risco dessa condição em frangos de corte”, alerta Jordana. A Neoenergia Coelba, responsável pela distribuição de energia na região, informou que a interrupção foi causada por “ações intempestivas na rede elétrica local”. A companhia mobilizou equipes técnicas para restabelecer a estrutura comprometida e destacou que mantém um plano de manutenção robusto em execução. Infelizmente, este não é um caso isolado. Dias mais quentes combinados com quedas de energia elétrica resultaram em um prejuízo de quase R$ 2 milhões para a produtora somente neste ano. Em fevereiro, 46 mil aves, com peso médio de 3,3 kg, morreram devido às condições climáticas, resultando na perda de aproximadamente 152 toneladas de carne e um prejuízo financeiro de mais de R$ 1 milhão. Além disso, outros dois sinistros foram registrados pela produtora este ano, um na região de Cabaceiras do Paraguaçu, no recôncavo baiano, com a perda de 7800 aves, e outro na BR-101, onde mais de 4500 aves morreram.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.