padre-preso-pb

Oex-diretor do Hospital Padre Zé, Padre Egídio de Carvalho Neto, foi detido na última sexta-feira (17) sob a acusação de liderar um esquema de desvio de recursos públicos estimado em aproximadamente R$ 140 milhões. De acordo com o G1, as investigações revelaram a posse de 29 imóveis, situados na Paraíba, Pernambuco e São Paulo, registrados em seu nome ou de terceiros. Dentre essas propriedades, destaca-se uma cobertura com piscina em João Pessoa, avaliada em R$ 2,4 milhões. Durante as buscas, além de artigos de arte, roupas de grife e objetos decorativos, as autoridades encontraram garrafas de vinho avaliadas em mais de R$ 2 mil cada. No ano de 2022, estima-se que Padre Egídio tenha despendido aproximadamente R$ 110 mil somente com a bebida.

Confira as últimas notícias

Usamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao navegar, concorda com nossa Política de Privacidade.